SAMSUNG
13 out 2016

5 beijos que entraram para a história

Beijar é um ato que, na maioria das vezes, representa coisas boas: afeição, respeito, amor, desejo. E, convenhamos, é muito bom (quer dizer, quando o parceiro colabora, é claro). Abaixo, conheça alguns dos beijos mais famosos da história. Eles foram polêmicos, marcaram épocas, tentaram provar alguma coisa.

 

  1. O primeiro beijo do cinema

John C. Rice e May Irwin protagonizaram o primeiro beijo registrado em filme, por Thomas Edison, em 1896, na era paleozóica do cinema. Tímido, mas ousado para a época, a gravação não dura mais que 30 segundos – e está no Youtube!

 

  1. O beijo do dia da vitória

A foto, publicada na revista americana Life, foi tirada por Alfred Eisenstaedt no dia 14 de Agosto de 1945 na Times Square, em Nova Iorque quando os EUA venceram o Japão na Segunda Guerra Mundial.

vj-day-in-times-square

 

  1.  A bitoca entre Michael Jackson e Lisa Marie Presley

No Video Music Awards de 1994, Michel Jackson e Lisa Marie Presley (sim, filha do Elvis) vão ao palco para provar que, sim, estavam juntos de verdade. Eles haviam acabado de se casar na República Dominicana e se separariam um ano mais tarde. Vocês ficaram convencidos por esse beijo?

 

  1. O polêmico beijo do Big Brother em Bahrein

Em 2004, uma emissora do Bahrein resolveu trazer o reality show Big Brother para o Oriente Médio, com o nome de Al-Ra’is (que significa “O Chefe” em árabe). O problema foi que, já nos primeiros minutos do primeiro episódio do programa, dois participantes que não eram casados (Abdel Hakim e Kawthar) se beijaram na boca – um tabu entre algumas vertentes islâmicas. Duas semanas e muitos protestos em frente aos estúdios da emissora depois, o programa foi cancelado.

bbbarhain

 

  1. O beijo da traição

O beijo mais bem divulgado do mundo, infelizmente, não é de amor. Como se sabe, não existia câmera fotográfica, muito menos Facebook na década de 30 d.C. Para os guardas romanos saberem quem eles tinham que prender, Judas, o apóstolo traidor, combinou de dar um beijo no rosto de Jesus para indicar quem ele era. A partir deste ato, o guia espiritual foi preso, torturado, morto e tudo o mais.

judas_kiss

 


La Strada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *